J.Vasconcellos

VASCONCELLOS

.

Nasceu em Passos, MG, Brasil em marco de 1939. Frequentou a Escola Nacional de Belas Artes no Rio de Janeiro e a Escola de Belas Artes do Parque em Belo Horizonte. Desde 1974 vive em Copenhague, Dinamarca

.

1961-1972 – Professor de Historia da Arte na hoje extinta Escola de Cinema e Comunicacões da Universidade Catolica de Minas Gerais. No Rio foi professor de Artes Integradas e Historia da Arte no Instituto Villa Lobos e na Universidade Gama Filho. Depois do golpe militar em 1963 sua producão como artista plastico foi bastante limitada devido ao controle e à censura imposta pela Ditadura Militar.

1973 – Pressionado pelo regime militar Vasconcellos, acompanhado de sua esposa a pianista Valeria Zanini, asila-se no Chile em janeiro de 1973. Trabalha com a Galeria Carmen Waug e expoõe no Museu de Belas Artes de Santiago. Coordena a decoracão do Parque O`Higgens e executa, ali, uma série de murais além de um quadro de grande porte encomendado pelo Governo Allende para ser enviado a Cuba como agradecimento pelo apoio cubano ao país.

1974– Após o golpe militar contra Allende, Vasconcellos e sua esposa voltam a exilar-se, desta vez na Dinamarca onde ainda estão radicados. Valeria Zanini conclui seus estudos no Conservatorio Real de Musica da Dinamarca e Vasconcellos trabalha com galerias dinamarquesas e europeias.

1974-1979 – Trabalha com: Galeria Helleggest, Galeria Moderne, Galeria Passepartout, Dansk Kunst Messe (Dinamarca); Museum of Erotic Art, São Francisco (USA); Galeria Reffltes (Belgica); Galeria Fabien Boulakia, Paris e Georges Veyrat, Port Grimond (France); Koln Kunst Kabinnet, Colonia (Alemanha).

1978 – Valeria Zanini e Vasconcellos recebem o Premio Rainha Ingrid, Dronning Ingrids Romersk Rejse Legat, que lhes possibilita especialisarem-se, cada um em sua ária, em Roma por quatro meses residindo na Accademia di Danimarca.

1978-1979 – Em Roma trabalha com Vicenzo Bitteti e produz litografias para galerias italianas, Participa da feira de Artes de Potenza e expöe na Accademia di Danimarca. O marchan C, Scheneider passa a representa-lo na Holanda e na Alemanha. De regresso à Dinamarca produz novas litografias, desta vez no atelier Hostrup Petersen Joamsen para a Galeri Moderne com a qual participa da Feira Internacional de Artes no Grand Palais em Paris.

1980-1990 – Pela segunda vez Valeria e Vasconcellos recebem o Premio Rainha Ingrid e regressam a Roma. Ali, Vasconcellos realiza um intenso trabalho de pesquisas sobre Fra Angelico que, depois, será apresentado numa serie de conferencias na Universidade de Århus, Dinamarca. Expõe na Galeria Bonino, Rio de Janeiro, no Palacio das Artes e na Galeria Novo Tempo, ambos  em Belo Horizonte (Brasil) e em varias galerias europeias, entre as quais Galeria Moderne, Galeria Huset,Galeria Knabro e Galeria Blidha (Dinamarca); Tambem Galeria Arte Conseil, Paris, e Centre Cultural de Blagnac, Toulouse (France).
Em 1982 partcipa do Salão de Verão, Her og Nu, em Charlotenborg, Dinamarca. Em 1984 nasce Bianca e Vasconcellos executa varios trabalhos em fusen, pastel e lapis-óleo sobre Scholler-Hammer, ora retratando a filha, ora a esposa e retomando uma tecnica do desnho sobre o papel que evoluirá. Mais tarde, para o acrilico e o oleo sobre tela.

1990 – 2000 – Expõe da Dan Galeria, Säo Paulo e na Galeria Kolans de Belo Horizonte (Brasil); Galeria Moderne,Grupo Kontrapunkt, Galeria Suzanne Højriis, Galeria Knabro, Forum Arts, Galeria Blidha (Dinamarca);International Arte Fair e Art Comet (Praga, Republica Tcheca). Executa o album Deccameron, com seis gravuras em metal encomendado pela Editora Klim.

2001- 2010
 – Expõe em: Galeria Gerly,Hernning Kunstmesse, Forum Arts,Galeria PolkaDot, Lauritiz Kunstaktion, Galeria Eros (Dinamarca).Galeria Harbo Art e Lauritiz Kunst em Malmø (Suecia). Ganha o premio Jyllands Post Kunst Fond que lhe possibilita estar um mes em Berlin, com atelier próprio. Mantendo contacto permanente com museus e algumas galerias da capaital alemã. Retoma contacto com C. Scheneider, que volta a representa-lo na Holanda, Suica e Alemanha. Expõe na Art Cubic em Barcelona (Espanha) e abre contactos, através de Mijhalo Curcic com Montenegro e Serbia onde expoe na Galeria Progrees de Belgrado e no Centro de Cultura Marco Gregovic, Petrovac, Montenegro. Participa do Festival Art Kontact 2002 em Karlovy Vary, Republica Tcheca No Brasil, expõe na Pequena Galeria, em Belo Horizonte, no Festival de Inverno de Mariana e ministra varias Oficinas nos Festivais de Invernos da UNIBH em 2005, 2006, 2007 e 2008 em Mariana e Sabará, MG. Doa duas obras ao Museu de Arte Contemporanea de Goiás onde deverá expor em 2011. Em 2008, sob a curatoria de Hebe Guimarës, realiza uma grande individual no Espaco Cultural do Congresso Nacional em Brasilia. Por ocasião de seu aniversario de 70 anos realizou uma individual na Galeria Poräo, na Cidade de Goiás (Antiga Goias Velho) e atualmente trabalha com a Banart, em Londrina; a Pequena Galeria, em Belo Horizonte e a Galeria Potrich, Arte Contemporanea em Goiania.

2015 – Primeira exposição em New York. Jatene Art Gallery Manhatan
Expõe na San Miguel Galeria de Arte. La Paz. Bolívia
Midtyllands Kunst Center Danmark

2016 – .Um ano difícil para o artista que em fevereiro perde sua esposa e companheira de jornada Pianista Valéria Zanin com quem viveu 43 anos. Durante todo o ano de 2016 sua produção foi bastante reduzida o que não o impediu de integrar a Bienal das Artes de Brasília onde foi agraciado com a Medalha de Ouro. E realizou a pesquisa sobre o Barroco Mineiro visitando o ciclo das cidades históricas de Minas Gerais e entrevistando vários artistas e músicos mineiros. A pesquisa ainda está em fase de conclusão e será enviada ao Dansklatinoamerikansk Kultur Institut da Dinamarca. No Brasil realiza também vários cursos e oficinas de Arte e Criatividade Espontânea. O final de 2016 marca uma retomada de suas atividades como artista plástico.
Renova seu contato em Nova York com a Jatene Art Galeri iniciado em 2015.

2017 – Já totalmente revigorado integra em junho a Málaga Artfair17 e estabelece vários contatos com galerias europeias.
Abre sua primeira individual em Barcelona, Espanha, na Sky Ser Gallery. Na mesma ocasião começa a trabalhar com a Galeria Artéria também em Barcelona. Em agosto inicia suas atividades com a Nazli Kaladzi Art Dealer de Buenos Aires e realiza com ela uma exposição no Consulado Argentino de Barcelona. O segundo semestre de 2017 foi um período de sucessos e bastante profícuo. Faz seu primeiro contato com a AVA GALERIA da Finlândia e Brasil. Em outubro é convidado e com a AVA GALERIA participa do Carrousel Du Louvre e passa a integrar o Site Oficial do Louvre, Paris.

Expõe no Consulado Argentino em Barcelona Com a Nazly Kalaizi Art Dealer
Em novembro faz sua primeira exposição em Madrid com a Yuri Lopes Kullings Gallery.
Logo em seguida também com a Yuri Lopes Kullings Gallery expõe no México pela primeira vez.
Salão de Natal com a AVA GALERIA Finlândia
Aceita convite para expor em Dubai em 2019
Artfacht Gallery New York.

Para 2018: O calendário para 2018 e 2019 já está praticamente esgotado com exposições confirmadas em Nova York, Osaka( Japão), Madrid, Finlândia, Dubai, Goiania (Potrich Arte Cobtemporanea) , Buenos Aires e Circuito Andaluz ( Málaga Sevilha Cordoba e Granada)
Janeiro / Expõe no Rio de Janeiro com a AVA Galeria.
Março/ Osaka, Japão com a AVA Galeria.
Abril/ New York. Nasly Kalayci Art Dealer.
Abril/ Madrid Galeria Yuri Lopes Kullings Gallery.
Maio/ Mexico Galeria Yuri Lopes Kullings.
Julho/ Retrospectiva na Potrich Arte Contemporânea . Goiânia Brasil.
Julho. Bienal de Helsinki. Finlândia com a AVA Galeria.
Outubro/ Dublin . Irlanda.

[imagebrowser id=8]