BLOG

Vendo o Carnaval

Tradicional galeria no circuito de arte contemporânea em Goiás, a Potrich Galeria abre a temporada de exposições 2011 com a mostra  VENDO O CARNAVAL contemplando a criação de artistas plásticos arquitetos, designers  e artesões acerca do Carnaval brasileiro.

Trabalhando a partir da memória que o Carnaval tem na vida de cada brasileiro, partiu se do mote do chamado “maior espetáculo da Terra”  o curador da mostra, Gilmar Camilo convidou alem de  dezoito artistas plásticos goianos representativos de varias gerações, inseriu trabalhos de uma artesã, de um designer de moda e duas jovens arquitetas.  Que resultaram em criações e obras (ver abaixo relações de artistas) na arte popular dos bordados de Dona Suzana, a moda criada pelo estilista Marcos Queiroz e os poemas visuais de Marcos Caiado e o ambiente Armazém do Carnaval idealizado pelas arquitetas Georgia Silveira e Tayna Gonçalves.

VENDO O CARNAVAL é  composta de obras em grande e medias dimensões e  linguagens como a pintura, desenho, fotografia, instalação, esculturas e mídias contemporâneas como gravuras e fotografias  digitais.

Carlos Sena, lambda-print, fotografia digital, Divino Sobral, pintura e fotografia, Kátia Jacarandá imagem digital manipulada, Gustavo Rizério colagem digitalizada, Wés intervenção com grafite e pintura, Vula Toubas escultura, Ronan Gonçalves objeto, Alejandro Zenha instalação, Rossanna Jardim pintura, Sandro Gomide pintura, Vinicius de Castro fotografia, Sandro Torres pintura, Gilvan Cabral escultura e Luiz Mauro desenho a nanquim.

Homenagem “Viva,  Antonio Poteiro!”. Contará com duas obras exuberantes.

Do artista plástico Antonio Poteiro falecido ano passado, será exibido a obra “Carnaval” de 1996, com colorido intenso característico. Poteiro foi um grande cronista das manifestações populares e o Carnaval figurava entre as favoritas.

Sobre as arquitetas: bastante afinadas com o universo das artes plásticas e de designer,  Georgia Silveira e Tayna Gonçalves criaram o ambiente Armazém Carnaval onde privilegiaram o espírito alegre, extrovertido e contemporâneo em criações de renomados  designers nacionais e internacionais trazendo uma atmosfera colorida e festiva tal qual a estética do Carnaval.

O poeta e escritor Marcos Caiado preparou dois poemas especialmente para esta exposição.

A arte popular está presente nos delicados bordados que surgem nos painéis/estandartes produzidos pela artesã Dona Suzana.

Haus Carnaval – O estilista Marcos Queiroz mostra suas criações estampadas  em uma divertida instalação de camisetas carnavalescas.

A abertura da exposição contará com trilha especialmente para ocasião da mostra e com a apresentação ao vivo da Bateria Largo do Rosário de Goiás, que já aquece os pandeiros e tamborins para o tradicional Carnaval de marchinha que acontece na Cidade de Goiás.

PARA ROTEIRO

Exposição: VENDO O CARNAVAL – Mostra que reúne artistas plásticos, designers e arquitetos em criações sobre o universo do Carnaval Brasileiro.

Curadoria: Gilmar Camilo

Abertura: 17 de fevereiro de 2011 a partir das 19h

Visitação: 18 de fevereiro a 19 de março, das 10 as 18 horas. Sábado das 10h as 13h

Local: POTRICH Galeria de arte contemporânea

Endereço: Rua 52, 689 Jardim Goiás

Telefones: 62 3945 0450 e 8177 0178

Site: potrichgaleria.com

Agendamento para as visitas de escolas e grupos guiados.

ENTRADA FRANCA

Alegria na Galeria

O artista da Alegria grafitando na frente da Galeria!!!

foto: João Skaf neto

artista: WÉS

fachada: POTRICH Galeria de Arte

Mariko Mori no CCBB

fotos Gustavo Oliveira, CCBB/ Brasília-DF

Mariko Mori é um grande nome das artes visuais no Japão com grande relevância no ocidente e expõe no Brasil pela primeira vez, nos CCBBs de Brasília, Rio e São Paulo.

Oneness apresenta obras em grandes dimensões onde a artista funde espiritualidade, fotografia e moda sob uma ótica peculiar que pretende rever e recriar um mundo repleto de referências contemporâneas.

Um artista vê o mundo, olha para o momento presente, com um ponto de vista único. Minha missão é dividir o que vejo no meu campo de visão. Preciso criar um novo espaço para poder respirar no mundo. Isso vai abrir as portas para um novo futuro”, declara a artista ao enfatizar a necessidade de uma consciência espiritual universal.

Ao unir sua arte com o design de ponta, Mariko usa da tecnologia para transcender valores humanos e levar o fruidor a uma experiência sinestésica, como o que acontece ao adentrar Wave UFO, uma nave espacial de mais de seis toneladas que proporciona uma gama de sensações advindas de recursos que aliam a computação gráfica, animação, ondas cerebrais, som e engenharia arquitetônica e resultam em uma obra mutável em si mesma a partir do olhar do outro. Wave UFO esteve na Bienal de Veneza em 2005 e foi um grande sucesso.

Oneness é a obra que nomeia a exposição e traz figuras confeccionadas em technogel que interagem ao toque do visitante e discute a conectividade como a perda dos limites entre si mesmo e os outros, um dos preceitos budistas mais difundidos que reafirma que o mundo existe como um só elemento.

Transcircle é uma releitura dos monólitos pré-históricos com nove pedras de vidro coloridas e brilhantes. A mostra apresenta também vídeos, fotografias e desenhos.

A exposição Oneness de Mariko Mori fica em cartaz de 25 de janeiro a 3 de abril de 2011 em diversos espaços no CCBB Brasília e pode ser visitada de terça a domingo de 9 às 21 horas.Serviço: Mariko Mori – Oneness

Data: de 25 de janeiro a 03 de abril de 2011

Visitação: De terça a domingo, das 9 às 21 horas

Local: Centro Cultural do Banco do Brasil Brasília (SCES, trecho 2, lote 22)

Entrada franca.

Informações: (61) 3310-7087.

ordem e progresso

Ano Novo Fachada Nova

WÉS é um jovem artista que atua no grafite desde os 7 anos de idade. Rebento sem causa, aos 23 anos já participou de eventos internacionais e realizou grandes projetos artísticos para empresas multinacionais.

A POTRICH Galeria reserva um acervo de desenhos, pinturas e grafites deste talento que ganha o mundo a cada dia.

Neste ano a Galeria renova sua fachada e o nosso jovem arteiro tem uma surpresa guardada às 7 chaves para mais um grafite de classe na city!

Aguardamos ansiosamente este acontecimento, afinal uma obra de arte exposta literalmente à céu aberto é um privilégio…

Manda vê, garoto, o mundo é todo nosso!!!

anjo de ouro

Se aproxima o dia do nascimento de Jesus.

O comemoramos a cada ano no dia 25 de dezembro.

Ele foi recebido pelos três Reis Magos.

Foi presenteado por três simbólicas oferendas:

o incenso – que potencializa a espiritualidade,

o ouro – que exemplifica a mais alta nobreza,

a mirra – que sintetiza o dom da imortalidade.

É este Menino de Ouro, estruturado sobre a base da Trindade:

do Pai

do Filho e

do Espírito Santo,

que simboliza o nosso Feliz Natal Contemporâneo.

Foto: Vinícius de Castro.

RUA | RIO

Feijão com Arroz

Festival de Arte – IFG

portifólio 9